NEUROCIRURGIÃO FALA SOBRE O AVC - A DOENÇA QUE MAIS CAUSA MORTE NO PAÍS
NEUROCIRURGIÃO FALA SOBRE O AVC – A DOENÇA QUE MAIS CAUSA MORTE NO PAÍS
Publicado por

NEUROCIRURGIÃO FALA SOBRE O AVC – A DOENÇA QUE MAIS CAUSA MORTE NO PAÍS

No último  dia 7 de abril, foi celebrado o Dia Mundial da Saúde. O principal objetivo da data é conscientizar as pessoas sobre a importância da preservação da saúde para ter uma melhor qualidade de vida.

Hoje, segundo informações do Ministério da Saúde, o Acidente Vascular Cerebral, é a principal causa de morte no País, tanto entre homens como entre mulheres. Para se ter uma ideia, cerca de 70.000 brasileiros morrem por ano vítimas de AVC.

Diante desse cenário que é preocupante, o neurocirurgião da Santa Casa de Ourinhos, Dr. Fabrício Carrijo Rodrigues falou sobre a doença, os tratamentos e os cuidados para evitar o AVC.

O que é o acidente vascular cerebral?

É, na verdade, uma doença da circulação do cérebro, que pode ocorrer através de um entupimento de uma artéria ou um vaso sanguíneo que rompe e tem o sangramento. Existem dois tipos de AVC: o isquêmico, que é por obstrução, e o hemorrágico, que nada mais é do que o entupimento da artéria.

Independente dessas duas situações, o fluxo sanguíneo será interrompido e essa área que deveria receber o sangue apresentará uma lesão, com alguns agravantes: na questão do AVC hemorrágico, a região não só irá parar de receber o sangue, mas a presença desse sangue vai fazer uma lesão a mais porque continuará escorrendo e abrirá um orifício no cérebro.

Quais os sintomas do AVC?

Os sintomas dependem da região a qual ocorre o problema. Basicamente, os sintomas são as perdas de funções motoras como incapacidade de movimentar o membro ou mesmo a face, de articular uma palavra, de falar ou até mesmo compreender as coisas. Qualquer ser humano que tem alteração da força, da fala, da compreensão do que é dito ou mesmo da visão tem que ser pensado em um quadro de derrame.

Quais são os fatores de risco?

Os fatores são os mesmos de qualquer doença vascular. Mas como o cérebro é muito delicado, temos que aumentar essa observação sobre os fatores de risco, os quais são: o controle da pressão arterial, o controle da dislipidemia (controle do colesterol), controle do diabetes, ter uma vida saudável e não praticar o tabagismo, que é um complicador importante.

Existe tratamento para o AVC?

Sim, o AVC é tratado, entretanto o que foi lesado, já está lesado, não conseguimos reverter esse quadro. O principal tratamento acaba sendo o preventivo. A prevenção é a única possibilidade de sucesso pleno. Quando tem o AVC, seja ele o isquêmico, existe o tratamento de trombólise para tentar diminuir os efeitos deste AVC, mas não quer dizer que vamos conseguir reverter o que está acontecendo.

O tratamento tem peculiaridades. O tempo de avanço dos sintomas até a possibilidade de fazer a medicação é restrito de 3 a 6 horas, inviabilizando muito o tratamento. Uma vez instalado o AVC, o tratamento existe, mas é mais um suporte, diferente do AVC hemorrágico que é o rompimento do vaso e o extravasamento de sangue. Esse extravasamento, dependendo do volume, o seu tratamento pode ser conservador ou cirúrgico.

Quais são cuidados para evitar o AVC?

Manter boa saúde. É muito genérico falar isso, mas é a receita para uma vida boa e de longevidade. Como já citei, é importante ter o controle de peso, não deixar ficar diabetes, ter o controle da pressão arterial e não fumar. Isso não garante não ter nada na vida, mas os riscos diminuem bastante.

Fonte: Santa Casa de Ourinhos.

 

0 Comentários desativados em NEUROCIRURGIÃO FALA SOBRE O AVC – A DOENÇA QUE MAIS CAUSA MORTE NO PAÍS 1950 14 abril, 2018 Campanhas, Notícias, Ourinhos abril 14, 2018
Acessos: início - 22/12/2014
contador gratuito de visitas

PARCEIROS

Países Visitantes