PROMOTOR DE JUSTIÇA DE CHAVANTES DIZ NÃO TER AUTORIZADO ATERRAMENTO DA PISCINA PÚBLICA
PROMOTOR DE JUSTIÇA DE CHAVANTES DIZ NÃO TER AUTORIZADO ATERRAMENTO DA PISCINA PÚBLICA
Publicado por

PROMOTOR DE JUSTIÇA DE CHAVANTES DIZ NÃO TER AUTORIZADO ATERRAMENTO DA PISCINA PÚBLICA

No ultimo domingo 04/03/2018, divulgamos uma matéria relacionada à “destruição” da Piscina Pública Municipal de Chavantes, tal fato ocorrido por conta da prefeitura local, (derrubada dos muros, aterro da piscina e corte de árvores no local). A informação se propagou e por sua vez gerou certa polêmica.

Por não terem conhecimento formalizado de qualquer autorização para a execução da destruição parcial do muro e do aterro da piscina, os parlamentares foram pegos de surpresa. Durante a seção da Câmara Municipal no dia 05/03, os vereadores Rafinha e Celião criticaram as publicações e os comentários gerados via internet e disseram que iriam apurar a situação para dar uma resposta com mais objetividade a população. O vereador Filipe de posse de um “ofício em nome do Promotor de Justiça” Dr. Marcelo Gonçalves Saliba informou ao plenário, que naquele ofício continha sugestões para que a prefeitura realizasse melhorias visando as necessidades da população. Ao término de seu discurso, o vereador Filipe disse que a terra ali colocada para impedir a proliferação de mosquitos Aedes Aegypti, pode ser removida a qualquer instante caso necessite, conforme mostra o 3º vídeo em tela.

Diante do exposto, procuramos pelo Promotor de Justiça Dr. Marcelo Saliba e o mesmo nos inteirou sobre o ofício que recebeu por representantes da prefeitura e também de sua resposta em relação ao requerimento contido no mesmo. Nos informando categoricamente que não autorizou a derrubar o muro e tão pouco o aterramento da piscina e sim melhorias no local, por não haver qualquer embargo Judicial do mesmo, conforme mostra o anexo em tela, o qual o Dr. Marcelo nos entregou em mãos no dia da entrevista.

O Promotor informou que realmente a prefeitura errou em não tornar público tal anseio, e pra que essa situação seja “reparada ou amenizada”, a prefeitura terá de apresentar o quanto antes, algum projeto de melhorias ou um laudo pericial contendo fotografias ou vídeos para comprovar a veracidade dos riscos apontados por eles… (Trincas no interior da piscina e trincas nos muros, os quais levaram esse patrimônio a tal condenação).

Lembrando que o único ponto controvertido nos autos é a existência da prática de ato de improbidade administrativa. Assim finalizou o Dr. Marcelo Saliba.

Fonte: Chavantes Notícia





capa

0 Comentários desativados em PROMOTOR DE JUSTIÇA DE CHAVANTES DIZ NÃO TER AUTORIZADO ATERRAMENTO DA PISCINA PÚBLICA 28540 12 março, 2018 Chavantes, Notícias março 12, 2018
Acessos: início - 22/12/2014
contador gratuito de visitas

PARCEIROS

Países Visitantes